Caminito del Rey Espanha Mundo Indefinido

Por passagens vertiginosas, no Caminito del Rey

Início » Europa » Espanha » Málaga » Por passagens vertiginosas, no Caminito del Rey

Descobri o Caminito del Rey completamente por acaso. Já tinha feito os Passadiços do Paiva, em Portugal, quando soube que o país vizinho tinha recuperado um conjunto de passadiços junto a um desfiladeiro.

Rapidamente percebi que seria um percurso diferente, com um preço mais elevado, e uma afluência que exigia a marcação, por horas, com praticamente 4 meses de antecedência.

No entanto, eu não resisto a uma boa caminhada. Partimos de Lisboa, com destino a El Chorro, numa viagem de carro que duraria perto de 6 horas. Era sexta-feira, e no domingo já iríamos regressar novamente. Tudo para percorrer o Caminito del Rey.

Caminito del Rey 01 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 02 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 03 Espanha Mundo Indefinido

Mas quando é que surgiu o Caminito del Rey?

Aquando da construção das barragens no desfiladeiro de Gaitanes, os trabalhadores criaram um conjunto de passadiços. Serviam de acesso às barragens e para facilitar o transporte de materiais.

O rei Alfonso XIII terá percorrido esses passadiços em 1921, para inaugurar a barragem de Guadalhorce. E assim nasceu o nome de Caminito del Rey.

Ao longo dos anos, o caminito foi deixando de ser utilizado e ficou ao abandono. As intempéries foram destruído as estruturas existentes, tornando-o num percurso seriamente perigoso. O ferro apodreceu, e algumas plataformas de cimento caíram.

Nos anos 1990, alguns caminhantes audaciosos percorriam o que restava do caminito, mas dois acidentes fatais levaram ao encerramento do local. Facilmente se encontram várias imagens dessa altura, quando os mais aventureiros o percorriam.

O Caminito del Rey foi reaberto ao público em 2015, quase 15 anos após o seu encerramento. Encontra-se, desde então, totalmente remodelado e seguro. Foi assim que o conheci.

Caminito del Rey 04 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 05 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 06 Espanha Mundo Indefinido

O início da minha jornada, que se adivinhava concorrida

Contra todas as recomendações, fomos durante o fim-de-semana. Era apenas quando podíamos. Tudo indicava que o percurso estaria cheio de gente, e seria difícil ter o desfiladeiro só para nós. Para piorar, a única hora disponível era às 14h00. Teria preferido de manhã bem cedo, mas já estava tudo reservado. Tinha de me adaptar às circunstâncias, se queria percorrer o caminito.

Junto à estação de comboios de El Chorro, o autocarro levava pessoas cansadas, com a cara vermelha e o suor a escorrer. Tinham terminado de percorrer o caminho, e regressavam ao local onde tinham deixados os carros. Nós, no entanto, estávamos frescos e com toda a energia.

Fizemos o percurso de cerca de 1,5 quilómetros até ao controlo de entrada com bastante calma. Fomos com tempo, para apreciarmos a paisagem e tirar fotografias. É aconselhável chegar ao controlo de bilhete com cerca de meia hora de antecedência, mas chegámos mais de uma hora antes do tempo.

Caminito del Rey 07 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 08 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 09 Espanha Mundo Indefinido

Mas eis que a nossa salvação chegou! A pessoa responsável pelas entradas foi falar com um grupo que tinha bilhete para meia hora depois de nós, e disse-lhes que podiam entrar. Resolvemos arriscar e fomos até lá.

Assim, sem problemas nem objecções, entrámos também. Havia muito menos gente naquele grupo do que nos que tínhamos visto entrar anteriormente. Isto queria dizer que, com o ritmo certo, iríamos conseguir ter o Caminito del Rey quase só para nós. E foi mesmo isso que aconteceu.

Caminito del Rey 10 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 11 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 12 Espanha Mundo Indefinido

Quase sós no Caminito del Rey

De capacete na cabeça e mochila nas costas, estávamos prontos. Deixando várias pessoas para trás e umas quantas para a frente, fizemos o percurso quase todo sem ninguém nas imediações.

Pudemos apreciar a paisagem, as rochas, os desfiladeiros. Que lugar maravilhoso! Sempre tive um grande fascínio pelas montanhas. Não sei bem explicar de onde vem, mas existe. E ali, à minha frente, estavam uma das mais bonitas que já tinha visto.

Caminito del Rey 13 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 14 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 15 Espanha Mundo Indefinido

É realmente extraordinária a forma de uma rocha. Como se vai moldando devido à força do vento e uma água persistente. As rochas parecem inflexíveis, rígidas, duras… Mas na verdade são altamente adaptáveis, se lhes dermos tempo suficiente. Talvez seja isso que goste nas montanhas. A sua capacidade de resistir a tudo, ao mesmo tempo que se adapta e molda às circunstâncias.

De vez em quando, por entre as ripas de madeira, conseguíamos ver o caminito original. Passámos por zonas de terra batida, passadiços, e até uma pequena zona em vidro. Subimos e descemos escadas e passámos por uma ponte suspensa que nos pode deixar com um friozinho na barriga.

Caminito del Rey 16 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 17 Espanha Mundo Indefinido
Caminito del Rey 18 Espanha Mundo Indefinido

O Caminito del Rey é um percurso obrigatório para os amantes da natureza e para quem não resiste a uma boa caminhada. Não é um percurso difícil, até porque é maioritariamente plano, e as paisagens deixam qualquer um encantado.

Restáva-nos deixar o capacete e regressar a pé até ao hotel, para um merecido banho. A missão estava cumprida, tínhamos terminado uma das caminhadas mais bonitas que fiz até agora.

Guia prático

Como chegar

A forma mais prática de se chegar ao Caminito del Rey é, sem dúvida, de carro. É possível estacionar em El Chorro, junto ao final do trilho; ou na Entrada Norte, junto ao início do percurso. Como o caminito não é circular, é sempre necessário apanhar o autocarro. Eles fazem a viagem nas duas direcções. De forma mais simples, estas são as duas opções:

  • Deixar o carro em El Chorro (final do percurso), e apanhar o autocarro até ao início do percurso. Quando se termina de fazer o caminito, o carro está logo ali.
  • Deixar o carro junto à Entrada Norte, fazer o caminito, e apanhar o autocarro, para regressar ao carro.

Eu escolhi a primeira opção, até porque o alojamento onde fiquei era bem perto do final do caminho. Na verdade, nem precisei de mover o carro. Foi sair do hotel, entrar no autocarro, fazer o percurso, e entrar no hotel novamente. Se escolheres a primeira opção, vai com tempo. Há autocarros a cada meia hora, entre das 9h00 e as 19h30. A viagem demora cerca de 25 minutos.

Existe o plano de aumentar o Caminito del Rey, tornado-o num percurso circular. Até lá, estas informações são válidas.

Dicas

Compra os bilhetes com o máximo de antecedência possível. As entradas esgotam rapidamente, por vezes com 4 ou 5 meses de antecedência.
★ Podes comprar apenas a entrada (10€) ou a entrada com o bilhete do autocarro (11,55€). Eu aconselho a segunda porque, a não ser que tenhas dois carros, irás sempre precisar (no início ou no fim).
Vai com tempo. São precisos cerca de 30 minutos de caminhada até ao local de controlo de bilhetes. Se partires de El Chorro, conta com pelo menos 1h30 antes do que está marcado no bilhete: até 30 minutos de espera pelo autocarro, 25 minutos de viagem, 30 minutos a caminhar até à entrada.
★ Leva roupa e calçado confortáveis, de preferência de caminhada.
★ Não te esqueças de levar água e comida. Naturalmente, não há caixotes do lixo por ali. Acho que não preciso de dizer, mas se a embalagem foi contigo, também volta contigo, não é?
★ Crianças até aos 8 anos não podem percorrer o trilho.
★ Não são permitidos bastões de caminhada.

Informação útil

Dificuldade: Média (por causa da distância)
Tipo de percurso: Linear
Extensão: 8 quilómetros
Tempo médio: 3h00/3h30
Percurso sinalizado

Alojamento

Fiquei alojada no Complejo Turístico La Garganta, mesmo ao lado da estação de comboios de El Chorro. O alojamento é perfeito para quem quer fazer o Caminito del Rey. A principal razão é a localização, a dois passos da paragem de autocarros que nos leva até ao início do percurso. Para além disso, tem uma vista maravilhosa para as montanhas. No entanto, não é um espaço barato.

Alojamento perto do Caminito del Rey

Por passagens vertiginosas no Caminito del Rey

Este artigo pode conter links afiliados.

Planeia a tua viagem (com ferramentas que eu própria uso)

Ao utilizares os links abaixo, não pagas mais por isso, e eu recebo uma pequena comissão. Não é muito, mas é um importante apoio, que me permite continuar a inspirar-te e a partilhar as minhas dicas de viagem.

Para reservas de alojamento, utilizo o Booking.com.

Para aluguer de carros, utilizo a Rentalcars.

Para seguro de viagem, utilizo a World Nomads.

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários