Casemates du Bock vistas de fora Luxemburgo

Casemates du Bock, um lugar diferente na cidade do Luxemburgo

Início » Europa » Luxemburgo » Cidade do Luxemburgo » Casemates du Bock, um lugar diferente na cidade do Luxemburgo

Não me lembro de alguma vez ter ouvido falar em casemates ou casamatas. Assim, quando soube que havia algo chamado Casemates du Bock na cidade do Luxemburgo, tive de fazer uma pesquisa mais profunda. E rapidamente aprendi.

Casamatas são, de forma simples, fortificações de defesa militar. Entre as suas funções, estão o abrigo da população ou de comida (casamatas passivas), e o abrigo de tropas, canhões ou metralhadoras (casamatas activas). Durante a Segunda Guerra Mundial, começou a utilizar-se o termo inglês bunker, nome esse que já me era mais familiar.

Casemates du Bock exterior Luxemburgo
Casemates du Bock corredor 01 Luxemburgo

Resolvida a questão do primeiro nome, faltava o segundo. O que era Bock? Ora, não é mais que um promontório acima do rio Alzette, a partir do qual a cidade do Luxemburgo se desenvolveu.

A história das Casemates du Bock começou em 963, quando o Conde Sigefroi, considerado o primeiro conde do Luxemburgo, construiu um castelo na região do Bock. As casamatas foram criadas para defender as suas terras contra ataques invasores.

Ao longo dos séculos, a fortificação foi sendo ampliada, tornando-se num sistema de defesa muito eficiente, com capacidade para albergar cerca de 1200 pessoas. No total, são cerca de 23 quilómetros de túneis cavados na montanha! Em 1994, as casamatas foram consideradas Património da Humanidade pela UNESCO.

Casemates du Bock corredor 02 Luxemburgo
Casemates du Bock corredor 03 Luxemburgo

Compreendido um pouco da sua história, estava na altura de visitar o espaço. Percorremos as ruas da cidade, até chegar ao topo do Bock. Íamos entrar nas suas profundezas.

À entrada é-nos dado um mapa, mas ao início senti-me um pouco perdida com as indicações. Não sabia onde estava, nem qual era o caminho a seguir. Os corredores escavados na rocha são labirínticos e, algumas vezes, voltámos ao ponto de onde tínhamos saído. Subimos e descemos escadas, percorremos corredores estreitos onde, se houvesse mais pessoas a percorrê-los, só daria para passar numa das direcções.

Casemates du Bock corredor 04 Luxemburgo
Casemates du Bock corredor 05 Luxemburgo

Em algumas zonas, as “janelas” de rocha oferecem uma vista diferente, que nos permite olhar para a parte baixa da cidade. Vemos Luxemburgo de vários ângulos, cada um mais interessante do que o anterior.

Adorei percorrer os corredores, e perder-me neste local com tanta história. No entanto, o espaço peca um pouco pela falta de informação. Além disso, o mapa que nos é dado ao início não é perfeito. Assim, a visita guiada (que não fiz) parece-me uma opção, especialmente para quem quiser perceber mais sobre as casamatas e a sua importância na história do Luxemburgo.

Casemates du Bock janela 01 Luxemburgo
Casemates du Bock janela 02 Luxemburgo

Já visitaste algum espaço deste género? Gostarias de conhecer?

Guia prático

Como chegar

Se estiveres a ir para as Casemates du Bock a partir do centro da cidade, a entrada principal fica do lado esquerdo. Vais encontrar umas escadas: é só descer até chegares à bilheteira.

Podes ir pela Rue Sigefroi, mas aconselho a fazeres o Chemin de la Corniche até à casamatas. O caminho vai acompanhando o rio, proporcionando uma perspectiva interessante da parte baixa da cidade.

Informação útil

Não aconselho esta visita se sofres de claustrofobia. Há várias escadas estreitas e corredores (muito) apertados. Não tem mal nenhum se não fores, é preciso respeitar os nossos limites. Felizmente, há mais lugares para conhecer na cidade do Luxemburgo.

★ Site: Casemates du Bock
★ Horário: todos os dias das 10h00 até às 17h30 de 1 de outubro a 3 de novembro e de 1 a 31 de março; até às 20h30 de 1 de abril a 30 de setembro
★ Preço: 7,00€ adultos | 6,00€ estudantes, seniores e pessoas com mobilidade reduzida | 3,50€ crianças do 4 aos 12 anos || preços detalhados
★ Morada: Montée de Clausen, Luxembourg

Horários e preços à data de publicação deste artigo.

Alojamento

Aquando da minha estadia no Luxemburgo, fiquei alojada no ibis Styles Luxembourg Centre Gare. Está muito bem localizado, bem perto da estação central (tanto de autocarros como de comboios), e tem tudo o que se pode encontrar noutros hotéis da mesma rede. O pequeno-almoço está incluído.

Comparativamente a outras capitais europeias, a cidade do Luxemburgo tem poucas opções de alojamento. Ainda assim, são mais de 100 locais por onde escolher, para diferentes orçamentos. De certeza que vais encontrar algum para ti!

Alojamento na cidade do Luxemburgo

Casemates du Bock, um lugar diferente na cidade do Luxemburgo
Planeia a tua viagem (com ferramentas que eu própria uso)

Ao utilizares os links abaixo, não pagas mais por isso, e eu recebo uma pequena comissão. Não é muito, mas é um importante apoio, que me permite continuar a inspirar-te e a partilhar as minhas dicas de viagem.

Para reservas de alojamento, utilizo o Booking.com.

Para aluguer de carros, utilizo a Rentalcars.

Para seguro de viagem, utilizo a World Nomads.

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *