Castelo de Nagoya Japão Mundo Indefinido

O inesquecível Castelo de Nagoya, no Japão

Início » Ásia » Japão » Nagoya » O inesquecível Castelo de Nagoya, no Japão

Tinha menos de 24 horas em Nagoya (名古屋). O que me tinha levado ao Japão era trabalho, em Gifu (岐阜). O aeroporto mais próximo era o de Nagoya (em Chubu) e o meu voo era de manhã, bem cedo.

O comboio que unia as duas cidades não me deixaria no aeroporto a tempo de apanhar o avião de regresso a Portugal.

Assim, optei por ir para Nagoya no dia anterior ao meu voo, e ficar num hotel no aeroporto. Desse modo conseguia dormir mais um pouco, e não teria de ir de táxi até ao aeroporto.

Estação de comboios Meitetsu Nagoya Japão Mundo Indefinido
Rua Nagoya Japão Mundo Indefinido

A jornada como destino

Cheguei a Nagoya de manhã. Ao sair da estação de comboios de Meitetsu (名鉄名古屋駅), comecei-me a dirigir para o Castelo de Nagoya (名古屋城). Se conseguisse ver apenas o Castelo, a minha curta estadia na cidade já teria valido a pena.

Tinha uma caminhada de 30 minutos pela frente, que facilmente se transformaria em 50 minutos a andar. Queria aproveitar o percurso até ao meu destino para conhecer a cidade, desbravar as suas ruas. Por vezes, a jornada é tão ou mais importante do que a meta.

Ruas Nagoya 02 Japão Mundo Indefinido
Ruas Nagoya 03 Japão Mundo Indefinido

Ao deambular pelas ruas de Nagoya, parei diversas vezes enquanto olhava mais atentamente para alguns prédios. Os letreiros, que na altura não conseguia compreender, deixam-me intrigada.

Não posso dizer que aquela zona da cidade era particularmente bonita, mas tinha o seu quê de exótico e carismático. Estava entretida a observar a movimentação das estradas, sempre ordeira, quando o vi. Ali estava ele, o Castelo de Nagoya, a apenas alguns passos de distância.

Estrada Nagoya Japão Mundo Indefinido
Castelo de Nagoya ao longe Japão Mundo Indefinido

O castelo dos kinshachi (金鯱) dourados

Com os seus telhados verdes contrastantes com as paredes brancas, o que mais me chamou à atenção foram os dois animais dourados que coroam o seu topo. A princípio não percebi o que eram, mas a explicação não tardou.

Os animais no telhado do Castelo de Nagoya são kinshachi (金鯱), um peixe mitológico do folclore japonês. A sua fisionomia é intrigante, com cabeça de tigre e corpo de carpa.

Réplica Kinshachi Castelo de Nagoya Japão Mundo Indefinido
Castelo de Nagoya 01 Japão Mundo Indefinido

Acreditava-se que estes peixes poderiam causar chuva. Diversos castelos e templos eram adornados com estes seres míticos como forma de protecção contra o fogo. Infelizmente, o Castelo de Nagoya acabou mesmo por ser destruído por um incêndio durante a Segunda Guerra Mundial.

Com um total sete andares, o Castelo reconstruído é fascinante. O seu interior é repleto de objectos de uma elevada importância cultural, incluindo armas, recriações da cidade e da vida no castelo, assim como bonitos painéis e pinturas. No topo, somos ainda presenteados com uma vista ampla da cidade de Nagoya.

Vista topo Castelo de Nagoya Japão Mundo Indefinido

Muito mais do que um castelo

O recinto onde se encontra o Castelo é enorme, e há muito mais para conhecer. No Palácio Honmaru (本丸宮殿, Honmaru kyūden), onde temos de retirar os sapatos antes de entrar, as paredes e portas deslizantes são enfeitadas por maravilhosas pinturas.

Palácia Honmaru Castelo de Nagoya 01 Japão Mundo Indefinido
Palácia Honmaru Castelo de Nagoya 02 Japão Mundo Indefinido

Os diversos jardins, que eu vi nos tons de outono, são locais perfeitos para descansar. Na época das cerejeiras em flor, com a chegada da primavera, as ruas do recinto ficam pintadas de cor-de-rosa.

Há ainda uma casa onde se podem reservar cerimónias do chá, assim como diversas torres e recantos encantadores. E claro, quando a fome aperta, também há restaurantes onde se pode comer.

Jardins Castelo Nagoya 01 Japão Mundo Indefinido
Jardins Castelo Nagoya 02 Japão Mundo Indefinido

A hora de almoço já se tinha aproximado, e entrei num desses espaços. Uma máquina tinha as diversas opções de refeição, com fotografias ilustrativas. Toquei no ecrã para seleccionar a que mais me agravada. Paguei directamente na máquina, e um papel saiu. Quando o meu número apareceu num outro ecrã, fui buscar a minha refeição.

Restaurante Castelo de Nagoya Japão Mundo Indefinido
Comida Castelo de Nagoya Japão Mundo Indefinido

A comida estava deliciosa, e foi a forma perfeita de terminar a minha visita a este Castelo encantador. Dali a poucas horas regressaria a Portugal, mas o Japão iria-me continuar a surpreender, até ao último minuto.

Guia prático

Como chegar

Eu fui a pé desde a estação de comboios de Meitetsu, porque queria sentir a cidade e percorrer as suas ruas. A caminhada demora cerca de 35 minutos, se não se fizer paragens. No entanto, há formas mais rápidas de se chegar até ao Castelo de Nagoya.

De comboio, deve-se sair na estação Higashiōte (東大手駅) na linha Meitetsu Seto (瀬戸線).

Há ainda o metro, que foi o que apanhei no regresso. Deve-se sair na estação Shiyakusho (市役所駅) ou M07 da linha Meijō (名城線); ou na estação Sengen-chō (浅間町駅) ou T05 da linha Tsurumai (鶴舞線). A compra dos bilhetes pode ser um pouco confusa, porque é por distâncias e há imensos botões, mas se não conseguires perceber de certeza que alguém te tentará ajuda (mesmo que não falem inglês).

Máquina metro Nagoya Japão Mundo Indefinido

Informação útil

Site: Nagoya Castle Official Website
Horário: Todos os dias das 9h00 às 16h30
Preço: 500¥ adultos| gratuito para crianças até ao ensino básico | preços detalhados
Morada: Honmaru, Naka-ku, Nagoya-shi, Aichi-ken 460-0031 (〒460-0031 愛知県名古屋市中区本丸)

Para uma conversão actualizada de ienes japoneses para euros, vê o site xe.com.
Horários e preços à data de publicação deste artigo.

Alojamento

Como o meu voo de regresso a Portugal era muito cedo, e tinha vindo de Gifu na manhã do dia anterior, resolvi ficar no Centrair Hotel, no Aeroporto Internacional de Chubu (que serve Nagoya). É o local perfeito para quem tem voos de madrugada, quando ainda não há transportes, e quer ficar a dormir até mais perto da hora de embarque. A localização é excelente, mas apenas nessa situação. Os preços, claro, são proporcionais à praticidade.

Se não tiveres o problema de horários que eu tive, de certeza que encontrarás um outro local para dormir, na própria cidade de Nagoya.

Alojamento em Nagoya

O inesquecível Castelo de Nagoya no Japão

Este artigo pode conter links afiliados.

Planeia a tua viagem (com ferramentas que eu própria uso)

Ao utilizares os links abaixo, não pagas mais por isso, e eu recebo uma pequena comissão. Não é muito, mas é um importante apoio, que me permite continuar a inspirar-te e a partilhar as minhas dicas de viagem.

Para reservas de alojamento, utilizo o Booking.com.

Para aluguer de carros, utilizo a Rentalcars.

Para seguro de viagem, utilizo a World Nomads.

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *