Cataratas do Iguaçu Brasil Mundo Indefinido

Visitando as Cataratas do Iguaçu do lado brasileiro

Início » América do Sul » Brasil » Paraná » Visitando as Cataratas do Iguaçu do lado brasileiro

As Cataratas do Iguaçu são um conjunto de mais de 200 quedas de água que dividem o Brasil e a Argentina, numa magnífica demonstração da força da natureza. Consideradas Património Mundial pela UNESCO desde 1984 (lado argentino) e 1986 (lado brasileiro), as Cataratas foram, sem dúvida, um dos pontos altos da minha ida ao Brasil em 2022.

Dividi a minha visita às Cataratas do Iguaçu em dois artigos, um sobre o lado argentino e outro sobre o lado brasileiro. São bastante diferentes entre si, mas acredito que a experiência só fica completa indo aos dois. Continua a ler e vais perceber porquê.

Cataratas do Iguaçu Brasil 01 Mundo Indefinido

O que são e onde ficam as Cataratas do Iguaçu

De um lado está o Parque Nacional Iguazú, em Misiones, na Argentina. Do outro, o Parque Nacional do Iguaçu, em Paraná, no Brasil. A dividir os dois países temos o rio Iguaçu. Em conjunto, os parques têm uma área de 250 mil hectares e dão acesso às inesquecíveis Cataratas. No total, são 275.

Diz-se que o primeiro europeu a encontrar as Cataratas do Iguaçu foi o espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca, em 1541. Desde então que as Cataratas têm visto um número crescente de visitantes. Afinal de contas, estas são uma das maiores cataratas do mundo tanto em número de quedas de água como de volume.

O nome Iguaçu deriva das palavras Tupi ou Guarani y e ûasú, que significam água grande, e tem uma lenda associada.

Segundo a lenda, uma divindade desejava casar com uma bela mulher chamada Naipí. No entanto, Naipí não tinha intenções de se casar com a divindade, e fugiu com o seu amante mortal, Tarobá, numa canoa. Furiosa, a divindade separou o rio, criando diversas cascatas e condenando os amantes a quedas eternas.

Cataratas do Iguaçu Brasil 02 Mundo Indefinido

O lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu foi criado em 1939 e é considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1986. É um Parque com mais infraestruturas, e a sua entrada encontra-se um pouco afastada da Cataratas.

Na verdade, entre o Centro de Visitantes e a Trilha das Cataratas distam 12 quilómetros, que fazemos no autocarro interno do Parque. O autocarro está incluído no preço do bilhete, tem hora marcada, e tem 5 paragens: Administração PNI, Trilha do Poço Preto, Macucu Safari, Trilha das Cataratas e Espaço Porto Canoas.

Como o nome indica, para vermos as quedas de água a saída é na Trilha das Cataratas. Ao longo do percurso no autocarro, existe uma gravação áudio que nos vai explicando o Parque e o que podemos encontrar nas diversas paragens.

No final, regressamos ao Centro de Visitantes apanhando o autocarro no Espaço Porto Canoas, que conta com lojas de lembranças e restaurantes.

O Parque Parque Nacional do Iguaçu conta tem mais de 200 espécies diferentes de aves, onças, peixes, tartarugas, macacos-pregos, e os inesquecíveis quatis.

Cataratas do Iguaçu Brasil 03 Mundo Indefinido
Cataratas do Iguaçu Brasil 04 Mundo Indefinido

Trilha das Cataratas

Enquanto que no lado argentino existem quatro circuitos diferentes, no lado brasileiro temos apenas a Trilha das Cataratas, um percurso de cerca de 1000 metros de extensão. Apesar de as opções serem menores, não te deixes enganar: este percurso é incrível.

O rio Iguaçu nasce no Brasil e aí faz a maior parte do seu percurso, mas é na Argentina que encontramos a grande maioria das quedas de água. No entanto, é no lado brasileiro que temos acesso a vistas panorâmicas das Cataratas. Aqui, vemos todo o espectáculo da primeira fila.

No final do trilho, temos acesso a passadiços que nos deixam mesmo em cima do rio Iguaçu, e onde podemos sentir toda a força da água que cai. É melhor levar capa para a chuva, porque sentimos cada salpico.

Cataratas do Iguaçu Brasil 05 Mundo Indefinido
Cataratas do Iguaçu Brasil 06 Mundo Indefinido
Cataratas do Iguaçu Brasil 07 Mundo Indefinido

Actividades extra: Macuco Safari

Para além do percurso até às Cataratas, a Macuco Safari oferece outras actividades para os mais destemidos, como passeios de barco e rafting.

Em ambos os passeios vamos num pequeno barco até junto às Cataratas. Diria que é apenas indicado para quem gosta realmente de adrenalina e emoção, porque os barcos andam bastante rápido. Mesmo com capas para a chuva, a probabilidade de ficarmos completamente molhados é grande. Assim, o melhor é levar uma muda de roupa.

Guia prático

Como chegar

A partir de Foz do Iguaçu, a melhor forma de se chegar ao Parque Nacional do Iguaçu é de autocarro. A empresa de transporte FozTrans tem autocarros para o parque a cada 20 minutos, todos os dias do ano. Os autocarros (ônibus coletivo) partem do Terminal de Transporte Urbano (TTU).

Na entrada do TTU compram-se os bilhetes para todos os autocarros que saem do terminal, em dinheiro. O autocarro da linha 120 com destino a Parque Nacional – Cataratas levam-nos até à entrada do Parque, e a viagem demora cerca de 50 minutos.

Cada viagem custa R$ 5. No regresso o pagamento é feito directamente ao motorista, em dinheiro.

Informação útil

Site: Cataratas Iguaçu
Compra de bilhetes: Ingressos – Urbia Cataratas (entrada apenas com dia marcado)
Horário: Todos os dias úteis das 9h00 às 16h00. Fim-de-semana das 8h30 às 16h00.
Preço: R$ 86 para não brasileiros / Mercosul (preços detalhados)
Morada: Parque Nacional do Iguaçu, Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil

Para uma conversão actualizada de reais para euros, vê o site xe.com.
Nota: Horários e preços à data de publicação deste artigo.

Alojamento

Para não ter de atravessar a fronteira no dia da visita às Cataratas, fiquei a dormir em Puerto Iguazú (Argentina) na noite antes de ir às cataratas do lado argentino. Da mesma forma, fiquei em Foz do Iguaçu (Brasil) antes de ir às cataratas do lado brasileiro. Isto fez-me poupar tempo e estar em ambos os parques nacionais na abertura.

Em Puerto Iguazú, fiquei no Hotel Amayal, um hotel muito bem localizado, mesmo junto à estação de autocarros de onde parte o transporte para as Cataratas. Os quartos têm uma boa dimensão e o pequeno-almoço está incluído.

Em Foz do Iguaçu, fiquei na Pousada Sonho Meu Foz, uma pousada também ela muito próxima da estação de autocarros de onde parte o transporte para as Cataratas. Os quartos são simples mas limpos. O pequeno-almoço está incluído e é excelente, com uma enorme variedade.

Em ambas as cidades existem várias opções de alojamento, para todos os bolsos. Há, até, opções para quem deseja ficar dentro do Parque Nacional do Iguaçu, no Brasil, como o magnífico Belmond Hotel das Cataratas. Do lado argentino, o Gran Meliá Iguazú não deixará ninguém indiferente.

Alojamento em Puerto IguazúAlojamento em Foz do Iguaçu

Este artigo pode conter links afiliados.

 

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários