Área geotermal de Haukadalur Islândia Mundo Indefinido

Géiser Strokkur: a estrela da área geotérmica de Haukadalur, na Islândia

Início » Europa » Islândia » Géiser Strokkur: a estrela da área geotérmica de Haukadalur, na Islândia

A Islândia é um país repleto de paisagens deslumbrantes e fenómenos naturais únicos. Entre as diferentes maravilhas que este país tem para oferecer encontra-se a área geotérmica de Haukadalur.

Localizada no sul da Islândia, Haukadalur (Vale dos Falcões) é uma região vulcânica que abriga uma série de fontes termais, fumarolas, e géiseres extremamente activos. Vamos conhecer este local que tem actividade vulcânica há pelo menos 10 mil anos, e cuja estrela é o géiser Strokkur.

Área geotermal de Haukadalur 01 Islândia Mundo Indefinido

Mas o que é, afinal, um géiser?

Um géiser não é mais do que uma nascente termal que entra em erupção periodicamente, por vezes em intervalos regulares, lançando para o ar uma coluna de água quente e vapor de água. No entanto, para um géiser se formar, é necessário haver condições hidrogeológicas muito específicas, fazendo com que os géiseres sejam fenómenos relativamente raros. Em todo o mundo, são cerca de 1000.

Geralmente, os géiseres estão localizados perto de áreas vulcânicas activas. Devido à alta taxa de atividade vulcânica na Islândia, o país tem entre 20 a 30 géiseres activos, bem como vários adormecidos. Para além disso, aqui temos alguns dos géiseres mais famosos do mundo.

Na verdade, o termo géiser vem de Geysir, que é o nome de uma das nascentes eruptivas na área geotérmica de Haukadalur. Geysir significa “jorrar”, e já vamos descobrir mais sobre aquele que foi o primeiro géiser a ser descrito e estudado por cientistas, no século XIII.

Área geotermal de Haukadalur 02 Islândia Mundo Indefinido

Compreendendo a área geotérmica de Haukadalur

Embora provavelmente activa há pelo menos 10 mil anos, a área geotérmica de Haukadalur apenas chamou a atenção dos cientistas e da população em geral no século XIII. Em 1294, um terramoto fez com que a área entrasse em erupção, e os géiseres ficassem extremamente activos.

A partir do século XVIII, pessoas comuns começaram a ter interesse em ver géiseres de perto. Mas foi apenas durante o século XX que imagens do Grande Geysir em erupção começaram a ser símbolo da Islândia.

O nível de actividade dos géiseres varia ao longo dos anos. Quando houve uma quebra na frequência das suas erupções, foram feitos vários esforços artificiais para que fossem mais regulares. Desde a redução do lençol freático em 1935 até ao bombeamento de sabão em 1981, todas as tentativas falharam. Afinal, os géiseres estão activos quando querem, não quando nós queremos.

Área geotermal de Haukadalur 03 Islândia Mundo Indefinido

Os diferentes géiseres de Haukadalur

A área geotérmica de Haukadalur tem mais de 40 géiseres, fontes termais, e fumarolas. Os géiseres mais famosos são o Geysir e o Strokkur, mas existem outros que merecem a nossa atenção. Para além dos dois mais conhecidos, vamos ver outros três.

Litli-Geysir: o mais pequeno

No extremo sul da área geotérmica de Haukadalur existem várias pequenas fontes termais. Uma delas chama-se Litli-Geysir, um pequeno buraco com água borbulhante. Pessoalmente, achei que era um amor.

Já foi um géiser activo, mas hoje em dia está maioritariamente adormecido. Quem sabe um dia destes não volta a acordar, dependendo dos terramotos que se fizerem sentir.

Área geotermal de Haukadalur Litli-Geysir Islândia Mundo Indefinido

Blesi: o bonitinho

Embora actualmente não entre em erupção com regularidade, o Blesi é um dos géiseres mais bonitos que vi na Islândia. Na verdade, este géiser são duas fontes termais diferentes que estão ligadas entre si.

A água na parte norte está a cerca de 40ºC, enquanto que a parte sul é o ponto de origem da água a ferver. Mesmo que seja possível o corpo humano aguentar com a temperatura da água na parte norte, não é permitido mergulhar aqui.

Área geotermal de Haukadalur Blesi Islândia Mundo Indefinido

Konungshver: o da realeza

Konungshver, Fonte Termal do Rei ou Fonte Termal Real, tem este nome em homenagem ao Rei dinamarquês Christian IX, que visitou a área geotérmica de Haukadalur em 1874. No entanto, aquando da visita do Rei, Konungshver não existia. Terá apenas aparecido em 1896 após um grande terramoto, mais de 20 anos depois da visita real.

Este géiser tem a particularidade de mudar de cor e nunca parecer o mesmo, dependendo da altura do ano e da luminosidade na altura da nossa visita.

Área geotermal de Haukadalur Konungshver Islândia Mundo Indefinido

Geysir : o original

Uma das principais fontes terminais de Haukadalur chama-se Geysir, e foi este géiser que deu o nome a todos os outros géiseres do mundo (em vários idiomas).

A erupção regular do Geysir já não acontece desde 1916. No entanto, em 2000 teve uma erupção de mais de 120 metros de altura, que detém o recorde de maior erupção de géiser de sempre. Pode ser que um dia destes volte a acordar, para nos presentear com mais uma explosão recordista.

Área geotermal de Haukadalur Geysir Islândia Mundo Indefinido

Strokkur: a estrela

Bem perto do Geysir encontra-se o Strokkur, a nova estrela da área geotérmica de Haukadalur. Strokkur é extremamente confiável e é o motivo para tantas pessoas visitarem esta zona da Islândia.

Esta fonte termal entra em erupção a cada 5 a 10 minutos, dia e noite, lançando uma coluna de água quente até 20 metros de altura! É só esperar um pouco para o vermos brilhar.

Área geotermal de Haukadalur Strokkur Islândia Mundo Indefinido

Guia prático

Como chegar

De carro e a partir de Reykjavík, é muito fácil chegar à área geotérmica de Haukadalur, uma vez que se situa a cerca de 110 quilómetros do centro. A maneira mais prática de percorrer a Islândia é através de um carro (ou outro veículo) alugado.

De carro, a área geotérmica encontra-se a cerca de 1h30 a leste da capital islandesa. Isto se se fizer o caminho de forma directa, claro, o que quase nunca é o caso, porque há outros locais a conhecer no caminho.

A estrada está muito bem sinalizada e em boas condições. Tem apenas em atenção as condições climatéricas, especialmente se viajares durante o inverno. Ao chegar, existe um parque de estacionamento junto à entrada da área geotérmica de Haukadalur.

Alojamento

Como éramos um grupo de 6, decidimos ficar alojados em apartamentos em praticamente todos os locais da Islândia por onde passámos. Na noite antes de visitar a área geotérmica de Haukadalur, ficámos alojados num apartamento em Reykjavík. No entanto, depois de visitar Haukadalur, continuámos para Este e fomos dormir a Selfoss, numa pequena casinha pré-fabricada.

Ambos os locais são bons, mas com pouco espaço para um grupo de 6 pessoas. O facto de só ter uma casa-de-banho torna mais lento todo o processo de nos arranjarmos de manhã, por exemplo. No entanto, grupos mais pequenos não terão qualquer problema, e os alojamentos eram muito confortáveis.

Se viajares com menos pessoas, de certeza que também vais encontrar boas opções de hotéis ou pousadas em Reykjavík. É só questão de procurar.

Alojamento em Reykjavík

Este artigo pode conter links afiliados.

 

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *