Viajar sustentável - rio em Banff no Canadá

O que é viajar de forma sustentável e porque é importante

Início » Dicas » O que é viajar de forma sustentável e porque é importante

Tive a sorte de começar a viajar quando era pequena. No entanto, sei que muitas pessoas não podem dizer o mesmo. Na maioria, eram viagens pequenas, dentro de Portugal, mas deram-me aventuras fantásticas e histórias que ainda hoje gosto de recordar.

Na altura, as viagens de avião eram muito menos acessíveis do que são agora. Os bilhetes eram bem mais caros, e ninguém viajava apenas com bagagem de mão, a não ser os executivos. As refeições a bordo eram completas, mesmo para voos de curta duração. Os talheres eram de aço inoxidável, e não de plástico. Hoje, a realidade é completamente diferente.

Com a diminuição dos preços, muito mais pessoas passaram a viajar. O que é óptimo! No entanto, a forma como viajamos tem mais impacto do que nunca. Tanto no meio ambiente como nas comunidades dos locais que visitamos. Por isso mesmo, defendo um estilo de viagem sustentável. Acredito que, enquanto viajantes, podemos (e devemos) deixar uma marca positiva por onde passamos.

O que são viagens sustentáveis

Muitas vezes, a palavra sustentabilidade é apenas associada ao meio ambiente. No entanto, o termo representa muito mais do que isso. Não existe uma definição mundialmente aceite, mas há uma de que gosto bastante. A Organização Mundial do Turismo, agência especializada das Nações Unidas, descreve o turismo sustentável da seguinte forma (tradução livre):

“(…) turismo que tem em conta os seus impactos económicos, sociais e ambientais, tanto actuais como futuros, abordando as necessidades dos visitantes, da indústria, do meio ambiente e das comunidades anfitriãs”

Ou seja, o turismo ou viagem sustentável tem em atenção tanto as necessidades dos viajantes como das regiões que os recebem. Protege o ambiente, a cultura e as tradições locais, tendo em vista o futuro daquela região e dos seus habitantes. Assim, viagens sustentáveis requerem a participação informada e interessada de todos: desde os viajantes até às empresas do sector, passando pelas pessoas locais.

Eco turismo, turismo sustentável, ético, responsável, verde… É tudo a mesma coisa?

Quando estava a pesquisar sobre estes temas, várias palavras apareceram. Algumas delas são bem mais utilizadas em inglês do que em português. Foi difícil escolher termos, então resolvi tentar perceber o que é que cada um realmente significava.

Sociedade Internacional de Ecoturismo, define o ecoturismo da seguinte forma (tradução livre):

“Viagens responsáveis para áreas naturais, que conservam o meio ambiente, sustentam o bem-estar da população local e incluem interpretação e educação”

No fundo, esta é muito semelhante à definição de turismo sustentável da Organização Mundial do Turismo, que apresentei acima.

O termo viagens verdes (green travel) é muito mais utilizado em países anglófonos do que em Portugal. É normalmente aplicado a viagens de baixo impacto negativo para o meio ambiente.

Turismo ético descreve viagens em que as questões éticas são tidas em conta. Aqui, enquadram-se as problemáticas dos direitos humanos, bem-estar animal e meio ambiente.

turismo responsável tem em consideração o impacto (positivo ou negativo) que as viagens podem causar no meio ambiente, na sociedade e na economia.

Sim, todas as definições são muito parecidas. Algumas centram-se mais no meio ambiente, outras nos seres humanos. Prefiro utilizar o termo viagens sustentáveis, porque me parece ter a definição mais completa.

O problema do greenwashing

Greenwashing não tem tradução em português (se souberes de alguma, por favor avisa-me). Aplica-se quando estratégias de publicidade e vendas são utilizadas para promover um determinado produto ou serviço como ecológica e socialmente responsável, quando não o é.

Estas práticas pretendem criar uma imagem positiva sobre o grau de responsabilidade das empresas que comercializam estes produtos ou serviços. Muitas vezes, o objectivo é mesmo ocultar o seu impacto negativo no planeta e nas pessoas que nele habitam.

Geralmente, não é fácil identificar estes esquemas. Por isso é que a pesquisa e a partilha de conhecimento são tão importantes. E é esse tipo de considerações e alertas que pretendo trazer para este blogue.

Como viajar de forma realmente sustentável

Viajar de forma sustentável não é difícil. Mas pode dar algum trabalho e é necessário um pouco de pesquisa. O primeiro passo, no entanto, é a tomada de consciência.

Sempre tive estas preocupações, embora não fizesse tanto quanto podia. Foi apenas quando vivi no Canadá que comecei a aprofundar mais estes assuntos. Na altura, quis comprar lembranças para trazer para Portugal, e não encontrei nada que tivesse sido produzido no Canadá. Foi um abrir de olhos gigante.

Viajando de forma mais sustentável, a começar pelos souvenirs

Depois disso, comecei a pesquisar muito sobre viagens sustentáveis e responsabilidade social. Escrevi mais dois artigos aqui no blogue, com dicas para viagens mais sustentáveis. Um deles centra-se nas questões antes da partida, e o outro fala nas considerações a ter durante a viagem.

Dicas para viagens mais sustentáveis: antes da partida
Dicas para viagens mais sustentáveis: durante a viagem

Estes artigos são um bom ponto de partida, mas há muito mais que pode ser feito. É importante pesquisar sobre destinos específicos e conhecer as práticas das empresas que por lá operam. Só assim conseguimos garantir que estamos a fazer a melhor escolha.

O que ganhas ao viajar de forma mais sustentável

De certeza que já ouviste alguém descrever um destino como “demasiado turístico”. Talvez até tu já o tenhas dito. Por vezes, um destino é tão popular, que acaba por perder o seu encanto natural. Se não se tomarem algumas medidas, as razões que levaram inicialmente as pessoas a irem lá, começam a desaparecer.

Isto acontece em locais que não estão preparados para receber tantas pessoas e não são geridos de forma sustentável. O problema destes casos é que, se os turistas continuarem a chegar, os espaços ficam completamente descaracterizados. Por outro lado, se os visitantes deixarem de ir, e não houver apoio disponível para os locais que dependem do turismo, a economia sofre.

Opta por viajar para destinos preparados para gerir o turismo de forma sustentável e tenta minimizar o teu impacto. Só isto já desempenha um papel fundamental na prevenção da perda de beleza natural ou da cultura local. Para além de que a tua experiência será muito mais genuína.

Para mim, viagens sustentáveis são sinónimo de viagens com mais significado. As memórias que trouxeres serão mais ricas, e terás deixado um impacto positivo no sítio onde passaste. Não quer dizer que isto não aconteça com outro estilo de viagens, atenção. Mas, a meu ver, viajar desta forma agrega mais valor.

Concordas? Não concordas? Comenta comigo a tua opinião!

O que é viajar de forma sustentável e porque é importante

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários